26.1.05

Inocência perdida

No passado, dei-me ao trabalho de ensinar palavras novas aos meus sucessivos telemóveis, de os educar, de fomentar a interdependência. Hoje em dia, já não me dou ao trabalho. Limito-me a subverter o que já sabem para dizer o que quero. Não vale a pena apostar em relações condenadas.

4 Comentários:

At 1:13 da tarde, Anonymous Anónimo disse...

Telemóvel, objecto-abjecto.

luisrosa - www.blogtroter.blogspot.com

 
At 9:06 da manhã, Blogger hfm disse...

Gostei.

 
At 7:46 da tarde, Blogger O Silva disse...

Obrigado, hfm.

 
At 11:08 da tarde, Anonymous Ana [Lua] disse...

subscrevo

 

Enviar um comentário

<< Home