11.4.05

Pulsar

Houve uma altura da minha vida em que dormia todas as noites. Perdi durante anos o dia em câmara ardente, a brandura do silêncio. Hoje em dia já não o faço, mas não me consigo livrar do arrependimento.

1 Comentários:

At 8:43 da tarde, Blogger jorge disse...

eu continuo sem saber o que é dormir todas as noites...
vem sempre energia à meia noite e na noite toda.
e já pesa ás vezes.

 

Enviar um comentário

<< Home