30.5.05

The way we were II

Ocorreu o casamento. Para além dos noivos, reencontrei umas quantas pessoas que também já não conhecia. Aparentemente, após uma década de afastamento, a única ideia concebível nestas ocasiões é a da continuidade. Face à concorrência explicativa do álcool, qualquer revolução torna-se francamente implausível.

4 Comentários:

At 11:51 da tarde, Blogger Neurotica disse...

E correspondiam ao ficcionado?

 
At 12:27 da tarde, Blogger O Silva disse...

Nos desconhecidos havia uma correspondência razoável. Em mim, gostava de acreditar que não, mas provavelmente não me safei muito bem...

 
At 9:44 da manhã, Blogger Rosita disse...

imperdoável curiosidade parcamente justificada por quem gosta de coincidências: azeitão?

 
At 12:43 da tarde, Blogger O Silva disse...

A coincidência desta vez não se deu: o meu foi em Lisboa, nas ruínas do Convento do Carmo.

 

Enviar um comentário

<< Home