2.6.05

Escolas de pensamento

Há intelectuais que se revoltam contra a canalha que vai à praia e passa os dias a boiar nas ondas ou a candidatar-se ao melanoma, intelectuais que optam por ficar em casa a pensar nas sombras. Há outros que se deixam de merdas e se dirigem ao areal para fazer pesquisa de campo.

5 Comentários:

At 9:41 da tarde, Blogger Maria Inês disse...

Pesquisa de campo. Claro, para criticar o sistema... há que conhecê-lo ;)

 
At 10:35 da tarde, Blogger clô disse...

Sociologia do surf?

 
At 12:48 da tarde, Blogger O Silva disse...

Maria Inês: "criticar" não é a palavra certa. Hoje em dia diz-se "analisar"...

Clô: Do surf e de uma infinadede de outros ecossistemas que podemos encontrar em qualquer metro quadrado de areia, a partir de maio.

 
At 2:02 da tarde, Blogger jMAC disse...

ó pá! deixemo-nos de merdas! prai é o papo para o ar o dia todo! arrochar na areia e ver a banda passar! com "a bola" como referência literária. a ver quem entra e sai... dos clubes! (em leitura partilhada, claro!)
foda-se! quero praia!

 
At 11:38 da tarde, Blogger Maria Inês disse...

Eu era capaz de jurar que criticar era a análise sensata ou, pelo menos, reflectida. Ando distraída, deixo sempre de fora da equação os condicionalismos nacionais... :)

 

Enviar um comentário

<< Home