18.11.05

Listas

Boas listas são um objecto bestialmente estimável. Listas de ódios têm uma abrangência temática ilimitada e dão-nos a oportunidade de sermos infinitamente picuinhas, ou abertamente snobs, qualidades que só por si as colocam no topo do ranking global das listas personalizadas. O meu problema pessoal em elaborar listas de ódios é simples: rapidamente daria por mim a odiar tudo, for the sake of it. Este facto só por si seria bastante preocupante, pelo que me poupo ao momento de introspecção que daí adviria. Não me apetece perder uns minutos a tentar descobrir como é que se consegue conciliar o ódio generalizado com a joie de vivre porque sei que acabaria, mais cedo ou mais tarde, por me sair com uma tirada transbordante de humanismo bacoco, em jeito de resolução existencial. Alguma coisa do tipo: adoro tudo o que odeio. É um exercício de auto-ajuda perfeitamente dispensável.

2 Comentários:

At 9:48 da tarde, Blogger Su disse...

eu estou tentando não fazer a minha lista negra...mas teimo em mantê-la viva....sei lá é o meu exercício de auto-estima:)))))

e nem quero pensar bem na lista, pois sabendo como sou, começaria a arranjar desculpas para os "listados", ficando eu na lista ..opsss ...como às vezes me confundo:))))))))

jocas maradas

 
At 5:43 da tarde, Anonymous Jack the Nipple disse...

Eu odeio listas de ódios!

 

Enviar um comentário

<< Home